Monday, January 30, 2006

«Derrota é golpe forte»


Ronald Koeman não poderia ter sido mais claro: o Sporting foi melhor e mereceu a vitória. O desaire do Benfica frente aos leões deixa «tudo mais complicado» na corrida pelo título. «Esta derrota é um golpe forte», reconheceu o treinador holandês.
«O Sporting foi muito melhor sobre o campo, antes do 1-0 e sobretudo depois. Criou mais oportunidades e acabou por merecer o resultado», admitiu Ronald Koeman, que lamentou o desgaste físico evidenciado pelos seus jogadores: «O Sporting esteve mais fresco que nós. As segundas bolas foram sempre deles. Não estivemos bem na defesa, no meio-campo nem no ataque».
«Felizmente, o Porto empatou, penso eu, com o Rio Ave e, graças a isso, não temos uma desvantagem tão grande como a que esperavamos.»

«Gosto é de jogar na frente»


Geovanni revelou ao diário espanhol Mundo Deportivo porque tem no Benfica as hipóteses que rarearam no Barcelona: Koeman coloca-o em terrenos mais avançados, onde se sente melhor para desenvolver o seu futebol. ´
Mas guarda boas recordações da Cidade Condal e até admite ali regressar quando terminar o seu contrato. A peça jornalística fala no Espanhol... Uma jornalista do Mundo Deportivo, em reportagem em Portugal, cruzou-se com o brasileiro e o motivo de conversa só poderia ser Barcelona e Benfica. Geovanni chegou ao país vizinho rotulado de estrela, mas à míngua de oportunidades acabou por aceitar o empréstimo ao Benfica, clube ao qual se vinculou, depois, a título definitivo. «Não triunfei no Barcelona porque não me colocaram a jogar na minha posição. Aqui, Koeman coloca- me a jogar como avançado. O Barcelona deu tanto dinheiro por Saviola que me puseram de lado», acrescentou. Gostaria de regressar a Barcelona? «Não sei, dentro de um ano e meio acabo contrato. Quem sabe?»

Benfica regressa aos treinos no Jamor


Depois da derrota sofrida no Estádio da Luz frente ao Sporting (3-1), o Benfica regressou esta manhã ao trabalho e cumpriu uma sessão ligeira.
O treino começou com uma longa conversa do técnico Ronald Koeman para com o grupo de trabalho, numa sessão em que Moretto apresentou queixas e fez apenas corrida ao lado de Miccoli e Moreira.Os restantes jogadores fizeram corrida, com os jogadores que foram titulares frente ao Sporting a cumprirem depois alongamentos antes de abandonarem a sessão. Os restantes elementos continuaram a fazer combinações ofensivas.O médio Petit esteve ausente para tratar assuntos pessoais, enquanto Karayka, a contas com um processo disciplinar e Mantorras, a viajar da CAN, também não marcaram presença.

Mantorras regressa esta terça-feira a Lisboa


Terminada a participação de Angola na Taça das Nações Africanas (CAN), Mantorras regressa esta terça-feira a Lisboa, mas só no dia seguinte deverá integrar os trabalhos do plantel do Benfica.

Assim, o jogador - que apenas contabilizou 59 minutos (sempre como suplente utilizado) nos três jogos que a selecção angolana realizou na competição na CAN - não terá qualquer dia de descanso.